Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de vinte e cinco anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados” e “Amor e Disciplina para criar filhos felizes”, todos títulos da CPAD.

Despedindo-se do ano velho…

Muita gente diz que ao findar um ano precisamos nos despedir do ano que passou. Dão adeus ao ano velho, boas vindas ao novo ano, e seguem com as suas vidas acreditando que o ano passado não mais os alcança.

Sempre me pergunto como poderíamos simplesmente apagar as vivências e as conquistas dos anos anteriores! Se a cada virada de ano nossa memória fosse apagada, e nossa história recomeçasse do zero, perderíamos a essência e a construção de quem somos, da nossa persona, do nosso eu.

É claro que precisamos aprender a olhar para frente, como Paulo afirma: uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. (Filipenses 3.13,14). Na nossa vida, nos arrependemos de erros e escolhas, nos levantamos e seguimos firmados em Cristo. Nossos erros antigos, quando perdoados, não mais interferem na nossa salvação. Sofrimentos devem ser superados e emoções podem ser restauradas em Cristo Jesus. A cada dia vivemos novidade de vida em Deus, e Ele sempre terá coisas novas a executar em nossas vidas. Afinal, suas promessas são infindáveis e infalíveis.

Entretanto, é o somatório do que vivemos que nos prepara para novos desafios. Cada situação vivida nos ensina, e aprendemos com erros e acertos nossos e de outros. Se formos sábios, amadurecemos nossa personalidade, e podemos moderar nossas ansiedades e reformular nossas expectativas.

Nossas escolhas antigas não nos alcançam para a salvação, uma vez que decidimos viver em Cristo. Mas somos alcançados por muitas das consequências dos nossos erros ou das decisões de outras pessoas com quem convivemos.  As vivências dos anos anteriores nos marcam em anos futuros. Assim sendo, enquanto seguimos olhando para Jesus, devemos nos preocupar com o passar de cada dia, de cada ano. Não podemos ser negligentes com os dias atuais, mas viver e escolher o melhor diariamente, cientes de que não podemos simplesmente colher o que não semeamos.

Ao se despedir deste ano, reconsidere a sua semeadura. O que você plantou em sua vida profissional? O quanto deixou de se esforçar por uma promoção? Por que não se esmerou no novo curso de pós graduação?

Avalie sua vida familiar. Sua dedicação foi o bastante? Seu comprometimento com as pessoas que dependem de você foi o melhor? E em sua vida ministerial, você realmente usou o melhor dos seus talentos para Deus?

A virada do ano é um marco, mas na realidade é só mais um dia na sequencia de tantos outros que viveremos. Portanto, cabe a você decidir, todos os dias, oferecer o seu melhor para você, para os outros e para Deus. Faça sempre a melhor escolha, busque sempre a direção de Deus para seus dilemas, e empenhe-se diariamente para estar no centro da vontade de Deus.

No ano que se inicia nossa memória não será apagada, nossas lembranças continuarão nossas, e colheremos as consequências, boas e ruins, da semeadura realizada nos anos anteriores.  Mas podemos fazer mais, fazer melhor. Podemos nos reorganizar para semear com mais afeto e competência, no âmbito familiar, profissional e ministerial.

Busque suas sementes em Deus. Ele dá sementes ao que semeia!

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Tragédias anunciadas

Escrito por Elaine Cruz
Tragédias anunciadas

Nossa sociedade assiste, estarrecida, novas tragédias que se sucedem ao longo do Brasil e...

Aborto

Escrito por Elaine Cruz
Aborto

Quem acompanha de perto a discussão e as leis sobre o Aborto, sabe que em janeiro deste an...

Retiros

Escrito por Elaine Cruz
Retiros

Quando períodos longos de feriados se aproximam, e as igrejas planejam acampamentos ou ret...

Resiliência

Escrito por Elaine Cruz
Resiliência         

Resiliência é uma palavra oriunda do latim resiliens, que significa voltar ao estado norma...

O Inverno da vida

Escrito por Elaine Cruz
O Inverno da vida

O clima do inverno pode ser muito aprazível. Podemos estar aquecidos, aproveitando o aconc...

O Outono da vida

Escrito por CPAD Web
O Outono da vida     

Nas estações do ano da nossa vida, o verão é a nossa infância, a primavera é nossa adolesc...

A Primavera da vida

Escrito por Elaine Cruz
A Primavera da vida

Na definição das estações do ano da nossa vida, se o verão é a nossa infância, a primavera...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2019 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.