Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Guerra declarada     

Por muito tempo a guerra espiritual parecia velada para a maioria das pessoas. Ela era disfarçada a ponto de muita gente achar que nós, evangélicos, éramos exagerados em nossas considerações e cuidados.

Nos últimos tempos, entretanto, temos assistido muitos eventos que evidenciam, de forma tangível e transparente, os posicionamentos do mundo espiritual. As posturas estão claras, os discursos são diretos, e as escolhas tornam-se evidentes. 

Dois irmãos youtubers, com milhares de seguidores entre os adolescentes, considerados formadores de opinião,  afirmam categoricamente, para delírio de seus seguidores, que Deus não existe. Vários outros tentam desconstruir a fé evangélica, levando filhos de crentes a se desviarem, sendo incentivados a desistirem de Jesus.

Várias blogueiras “gospel" ensinam que frequentar uma igreja é desnecessário e ultrapassado, e defendem que podem se dizer evangélicas e frequentar carnaval e boates, apoiando, inclusive, causas LGBT – e são seguidas por uma legião de jovens evangélicos!?

Basta um conhecimento básico das doutrinas bíblicas para compreendermos os discursos e entendermos o jogo satânico, que visa desviar nossos adolescentes e jovens da fé evangélica genuína! 

Por outro lado, a investida em nossas crianças permanece: nos últimos dias, mais uma vez, as redes sociais funcionaram como alertas para mais uma investida contra as crianças – uma boneca-monstro está sendo introduzida por hackers em video infantis, estimulando as crianças a procurarem em casa objetos pontiagudos como estiletes, facas e tesouras,  e  se ferirem, ou machucarem seus irmãos menores,  ou o papai e mamãe enquanto estes dormem. Infelizmente, não é a primeira vez que fatos como este acontecem, assim como jogos e desenhos, cuja função principal é atingir crianças pequenas, ensinando-as a se ferirem, machucarem outras e até mesmo se suicidarem. Somam-se a estes fatos a enorme quantidade de sites que ensinam técnicas de suicídio, que estimulam comportamentos de anorexia e bulimia, que defendem o terrorismo, que apoiam pedófilos e estupradores, e que defendem claramente o satanismo, a bruxaria e o ateísmo! E vale ressaltar que a grande maioria deles se destina a crianças e adolescentes, ainda em fase de formação moral e emocional.

A guerra está declarada! Precisamos investir na formação de filhos com uma postura crítica, e uma consciência que saiba discernir os acertos e erros, as mentiras e verdades, rechaçando as sugestões que atentem contra a moral, e os valores familiares e de bem estar fisico-emocional. 

Se antes os discursos eram camuflados, hoje os desenhos infantis já apresentam abertamente nomes de entidades demoníacas, enaltecem a “boa bruxaria” e mostram músicas e filmetes pedagogicamente elaborados para construir conceitos ateístas e suicidas. Livros escolares estimulam a auto mutilação, chamar demônios passa a ser uma brincadeira, e experimentar os vários modelos  de escolha sexual passa a ser uma forma “sadia" de vivenciar a  sexualidade! 

O exercício da maternidade e da paternidade são as principais trincheiras onde podemos vencer esta batalha. Portanto, ore pelos filhos, ensine a Bíblia, evangelize seus filhos e mantenha-se alerta e vigilante! Leve seus filhos à igreja desde pequenos, estimule as amizades dentro da igreja, deixe que se envolvam em tarefas na igreja, como cantar ou tocar um instrumento. Vigie atentamente para que fujam dos youtubers que deformam o caráter e a fé, e seja o melhor exemplo de servo(a) de Deus que puder!

A guerra está declarada. Mas, com Deus, podemos vencê-la! 

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Esperar contra a Esperança

Escrito por Elaine Cruz
Esperar contra a Esperança

A Bíblia contém frases belíssimas. Uma delas é a frase em que Paulo escreve inspirado pelo...

Comemorando aniversário

Escrito por Elaine Cruz
Comemorando aniversário

É interessante pensar no nascimento. Não pedimos para nascer, e nem mesmo escolhemos a cas...

Aprendendo a dizer Não

Escrito por Elaine Cruz
Aprendendo a dizer Não

Uma criança aprende a balançar o dedinho e a cabeça fazendo não bem antes de falar. Ela co...

Influenciadores digitais

Escrito por Elaine Cruz
Influenciadores digitais

Na última Bienal do Livro, no Rio de Janeiro, tive o privilégio de fazer uma tarde de autó...

Perdão no Casamento

Escrito por Elaine Cruz
Perdão no Casamento

Perdoar é uma decisão consciente de estar livre, não só do ato do outro que causou a mágoa...

Perdoar não é uma opção

Escrito por Elaine Cruz
Perdoar não é uma opção

Perdoar não pode ser uma opção, até porque não há outra saída para quem foi ferido. Quem n...

Perdoar não é cicatrizar instantane...

Escrito por Elaine Cruz
Perdoar não é cicatrizar instantaneamente

Perdoar é uma decisão difícil de ser tomada. Mas sabemos que precisamos perdoar pessoas co...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2019 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.