Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Equilíbrio Emocional

Nossos filhos, gerados ou adotados, são presentes de Deus, que expandem nosso horizonte e perpetuam nossa memória. Mesmo quando nós não estivermos mais aqui, depois da nossa morte eles falarão sobre nós a seus filhos e netos, reavivando histórias e contextualizando nossos feitos. 

Mas ao longo da vida vamos acumulando outros filhos, guardando as devidas proporções: um pequeno projeto que vemos prosperar, uma idéia que sai do papel, um livro escrito, pessoas queridas que acompanhamos ao longo da vida. 

Tenho o privilégio de ser autora de teses e trabalhos universitários, e de alguns livros. E minha alegria é que meu último livro-filho nasceu! Ele se chama Equilíbrio EmocionalPersonalidade transformada pelo Fruto do Espírito. Um livro escrito ao longo de meses, mas que vem sendo gerado e pensado ao longo de anos. 

Manter o equilíbrio de nossos afetos, pensamentos, sentimentos e ações é algo dificílimo. Até porque para obter equilíbrio emocional é preciso fazer uma revisão de nossas emoções, ideias, crenças disfuncionais, percepções e sentimentos, organizando sobretudo nossos pensamentos!

Ter controle emocional é saber dominar-se, não permitindo que emoções aflorem de forma descontrolada, nos tirando a sobriedade: Como a cidade com seus muros derrubados, assim é quem não sabe dominar-se. (Provérbios 25.28). Quando uma pessoa não sabe dominar seus ímpetos e emoções, acaba falando coisas das quais se arrepende, agindo de forma impensada, e tendo que se desculpar repetidas vezes, causando mal-estar em seus relacionamentos. 

Se as explosões emocionais negativas se repetem, por mais que sejam seguidas de pedidos de desculpas, o coração de quem foi ferido já está machucado, o chefe decide dar a promoção para outro funcionário, as amizades se extinguem, e a confiabilidade dos relacionamentos é quebrada. 

O domínio próprio precisa ser observado em todos os relacionamentos. A Bíblia afirma que aquele que deseja o pastorado deve ter domínio próprio (Tito 1:8), e que os casais não devem deixar de praticar sexo no casamento por muito tempo para não o perderem: Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio. (1 Coríntios 7.5). 

Filhos necessitam ser contidos por seus pais ainda pequenos, pois depois que crescem violentos e agressivos, não há muito mais como moldá-los. Adultos precisam aprender a temperar as emoções, o tom de voz e os gestos, aprendendo a dominar a ira e os ímpetos violentos. Amigos devem falar a verdade com equilíbrio, apontar erros com moderação, e aprender a brincar sem humilhar o outro.    

Precisamos buscar sempre a moderação nos atos, e o equilíbrio nas palavras e sentimentos: Meu filho, guarde consigo a sensatez e o equilíbrio, nunca os perca de vista; trarão vida a você e serão um enfeite para o seu pescoço. Então você seguirá o seu caminho em segurança, e não tropeçará; quando se deitar, não terá medo, e o seu sono será tranqüilo. (Provérbios 3.21-24).

A boa notícia, como meu livro evidencia, é que podemos encontrar este equilíbrio em Deus, no exercício do Fruto do Espírito, disponível a todos nós!

elaine

Elaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Perdoar não é uma opção

Escrito por Elaine Cruz
Perdoar não é uma opção

Perdoar não pode ser uma opção, até porque não há outra saída para quem foi ferido. Quem n...

Perdoar não é cicatrizar instantane...

Escrito por Elaine Cruz
Perdoar não é cicatrizar instantaneamente

Perdoar é uma decisão difícil de ser tomada. Mas sabemos que precisamos perdoar pessoas co...

Perdoar Não é Esquecer

Escrito por Elaine Cruz
Perdoar Não é Esquecer

Na Bíblia encontramos um versículo interessante, em que Deus lança nossos pecados no mar:...

É possível mudar o outro!?

Escrito por Elaine Cruz
É possível mudar o outro!?

Em meio a uma viagem de carro, minha filha Pamela, na época com três anos de idade, mas se...

Contando os Dias

Escrito por Elaine Cruz
Contando os Dias

Quando temos uma data importante marcada na agenda de trabalho, uma viagem planejada, ou f...

Silêncios

Escrito por Elaine Cruz
Silêncios

Há algumas poucas décadas atrás, os bebês nasciam e demoravam cerca de três a cinco dias p...

Usando o Bom Senso

Escrito por Elaine Cruz
Usando o Bom Senso

Atitudes nonsense, sem sentido, evidenciam a loucura dos nossos dias. Como explicar o terr...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2019 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.