Lídia Dantas Costa

Lídia Dantas Costa é casada com o Pastor Wellington Júnior, atual presidente da CGADB – Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil. Formada em Artes Plásticas e Teologia; Pós Graduada em Terapia Familiar e de Casal; Pós Graduada em Aconselhamento. ‪Coordenadora do Departamento Feminino e Círculo de Oração da Assembleia de Deus do Belém, em Guarulhos (SP) há 23 anos. E há 15 coordena os Encontros de Casais em sua igreja. ‬ ‪Há 32 anos é professora da ED e há seis coordena o Curso de Aconselhamento Pré-Nupcial na ADB Guarulhos. Preside a ABEM –Associação Beneficente Estrela da Manhã há seis anos. Há quatro está na ministração do Curso de Aconselhamento Familiar na Faculdade Teológica de São Paulo – FAESP. Ministra palestras para Casais e Famílias e presta atendimento gratuito na ADB - Guarulhos, em Aconselhamento, Terapia Familiar e de Casal.

Um Grande Amor

Irmã querida, eu a convido para juntas fazermos uma visita aos nossos sentimentos, as nossas lembranças. Quem sabe será uma visita há dias, meses ou anos passados? Vamos visitar um sentimento. Um grande amor.

O Senhor Deus, por amor, compadeceu-se da solidão do homem, embora toda a criação do Pai o cercasse, não havia ninguém da mesma natureza com quem ele pudesse conviver e relacionar-se familiarmente.

E disse o Senhor Deus: não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele” Gn 2:18. Segundo Matthew Henry, uma ajudante, como ele; alguém da mesma natureza e do mesmo nível de existência. Uma ajudante, próxima dele, alguém que coabite com ele e esteja sempre por perto. Uma ajudante à sua frente, alguém a quem ele olhe com prazer e deleite. Assim, o Senhor Deus criou Eva e a pôs junto de Adão. Que linda e perfeita a intenção de nosso Deus ao preparar para o homem uma companheira, que lhe completasse a vida!

Um dia o Senhor percebeu em seu esposo a mesma necessidade que havia percebido em Adão e, com o mesmo amor e cuidado, preparou você, minha irmã, para ele. E que lembranças você tem de quando vocês se conheceram? E foram a cada dia conhecendo-se melhor... Os sentimentos foram nascendo em seu coração e foram crescendo. Até ao ponto de você perceber que era amor. Este sentimento cresceu até levá-los ao casamento. Era um grande amor! Era?

Dessa forma nossa história caminha... Casamo-nos e com o passar do tempo as demandas do casal podem tornar-se desgastantes. A família cresce, a rotina do cotidiano instalasse em nossa vida e com relação ao cônjuge, tudo já não parece tão perfeito, comumente, começa a saltar aos nossos olhos o que nele nos aborrece, irrita ou desagrada. E, então, passamos a reclamar, chamar a atenção e a corrigi-lo; e isso segue dia após dia. Se não tivermos o cuidado de prestar atenção e nos policiarmos, faremos isto grande parte do tempo em que estivermos juntos. Um relacionamento assim pode ser bom, agradável e prazeroso? Neste contexto o amor pode parecer não tão grande, ou pequeno, ou inexistente.

Porém querida, você pode ter um olhar especial para com o homem que um dia despertou em seu coração esse grande amor. Passe a observar o que seu esposo tem de bom. Que qualidades são admiráveis nele? O que ele faz que é muito bom? Em que ele se destaca? Um marido fiel! Um crente de fé! Um ótimo pai! Um excelente provedor! É muito divertido! É muito romântico! Quando passamos a observar e destacar o que o outro tem de bom, de admirável; quando nos lembramos do que nos fez nos apaixonarmos, no início do relacionamento; quando começamos a trocar o que nos aborrece e a focar com bons olhos o que há de elogiável nele, este tipo de percepção fará com que a admiração por seu esposo cresça e isto é muito saudável para a manutenção e fortalecimento do amor e da união entre o casal. E a Palavra do Senhor, que é perfeita, nos diz:“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude ou algum louvor, nisso pensai.” Fp 4:8. O seu relacionamento conjugal poderá ser ainda mais favorecido, se você passar a elogiar seu esposo, com sinceridade, nas características em que ele se destaca, mesmo que você me diga que ele nunca elogie você. Será perceptível a maior interação entre vocês, minha irmã.

Quando buscamos o enriquecimento do amor,algo muito importante para meditarmos é sobre o humor. O bom humor nos ajuda a lidar com as pressões do casamento. Não passaremos a ser irresponsáveis, mas não deixaremos que questões alheias à relação esposo/esposa venham interpor-se a nós, tirando a paz, a comunhão e o prazer de sermos um casal. O bom humor nos ajuda a dar um tempo para observarmos a realidade. Impede-nos de brigar por qualquer motivo. Nos ajuda a não exigir perfeição do outro. É um alívio para a tensão. “O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos” Pv 17:22

Amada irmã, a palavra de Deus nos diz que: Tudo tem seu tempo determinado... Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar de alegria. Há um tempo certo para cada coisa (Ec3: 1-8). Não podemos nos esquecer de descontrair, de nos divertir e desfrutar um do outro. Você tem seu esposo ao seu lado? Então, esse é o tempo determinado pelo Senhor para vocês se amarem.

Olhe bem para seu esposo, avalie e perceba que não era um grande amor, ainda é: “As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.” Ct 8:7.

 Lídia Dantas Costa

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Mulher Temente

Escrito por Lídia Dantas Costa
Mulher Temente

Pv 31:30 – “Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa si...

Alto Refúgio!

Escrito por Lídia Dantas Costa
Alto Refúgio!

“Eu te amo, ó Senhor, força minha. O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu lib...

O Senhor é Maravilhoso!

Escrito por Lídia Dantas Costa
O Senhor é Maravilhoso!

No decorrer da vida cristã quantas experiências você tem vivido com Deus, irmã amada? Expe...

E a família, como vai?

Escrito por Lídia Dantas Costa
E a família, como vai?

Quanto você tem percebido, amada irmã, que os conceitos sobre família têm sofrido mudanças...

O Amor de Deus

Escrito por Lídia Dantas Costa
O Amor de Deus

Ao meditar sobre o amor de Deus por nós, minha querida irmã, entendemos que é muito grande...

Espiritualmente Saudável

Escrito por Lídia Dantas Costa
Espiritualmente Saudável

Aceitamos a Jesus Cristo como Salvador, os dias passam e cada uma de nós encontra seu luga...

Viver sem Medo

Escrito por Lídia Dantas Costa
Viver sem Medo

Ao assistir ao noticiário, ao ler o jornal ou conversar com determinadas pessoas, você alg...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2018 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.