Lídia Dantas Costa

Lídia Dantas Costa é casada com o Pastor Wellington Júnior, atual presidente da CGADB – Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil. Formada em Artes Plásticas e Teologia; Pós Graduada em Terapia Familiar e de Casal; Pós Graduada em Aconselhamento. ‪Coordenadora do Departamento Feminino e Círculo de Oração da Assembleia de Deus do Belém, em Guarulhos (SP) há 23 anos. E há 15 coordena os Encontros de Casais em sua igreja. ‬ ‪Há 32 anos é professora da ED e há seis coordena o Curso de Aconselhamento Pré-Nupcial na ADB Guarulhos. Preside a ABEM –Associação Beneficente Estrela da Manhã há seis anos. Há quatro está na ministração do Curso de Aconselhamento Familiar na Faculdade Teológica de São Paulo – FAESP. Ministra palestras para Casais e Famílias e presta atendimento gratuito na ADB - Guarulhos, em Aconselhamento, Terapia Familiar e de Casal.

Fortalecendo os laços com os filhos

Quanto é importante, na atualidade, manter uma boa comunicação com nossos filhos, minha amada irmã, independentemente da idade que eles tenham? Não tenho dúvida de que a maioria das queridas que me lêem responderam: é muito importante sim! Sendo assim, consideremos a respeito de como otimizar as relações com os nossos filhos.Vamos juntas, então, buscar melhorar muito o relacionamento com nossa preciosa herança.

A vida conturbada com excesso de trabalho, horários diferentes de atividades e as redes sociais têm nos afastado do contato pessoal, o olhar nos olhos, ouvir a voz, atentar para o tom de voz, o rubor no rosto, expressões de tristeza, alegria, dor, vergonha, orgulho... Quando faço ao meu filho(a) uma pergunta, o que é eu receber dele um “emoji de positivo” como resposta? Que entendimento e conhecimento real sobre meu filho(a) este sinal me traz? É suficiente?

Viver em tempos de pós-modernidade tem feito com que as famílias percam as interações dos momentos importantes, como estarem juntos à mesa de jantar, na sala de estar, na varanda, no quintal ou irem todos para cama do papai e mamãe para uma conversa antes de dormir. Muitos desses hábitos têm deixado de existir e cada um passa a viver isolado em seu canto e em seu mundo virtual. “Eis que os filhos são herança da parte do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão. Como flechas na mão dum homem valente, assim os filhos da mocidade.” Sl 127.3,4. Os filhos que temos são bênçãos, presentes que recebemos do Senhor para completar nossas vidas, e não são fardos ou cargas pesadas e cansativas para carregarmos. Assim avaliando, vai depender do que eu faça com a herança recebida para que ela prospere ou pereça. Se eu posso investir nesta herança para desfrutar de muitas alegrias com ela, por que não?

É importante que mantenhamos nossos filhos próximos a nós e para que isso aconteça uma boa comunicação será fundamental. Para as ocasiões em que estivermos juntos, podemos incluir nesses momentos perguntas que nos ajudarão a ter conversas que tragam maior acolhimento e conhecimento mútuo. Destaco que você perceba que, dessa forma, existe a possibilidade de abrir espaço para questões pessoais que os levem a conhecer melhor e mais profundamente um ao outro. Durante uma conversa inclua uma das seguintes perguntas ao seu filho(a):

O que podemos fazer para melhorar o nosso relacionamento?
Quanto você acha que estamos nos entendendo?
Eu consigo demonstrar para você o meu amor?
Você se sente respeitado por mim? E como você me respeita?
Dos compromissos que trato com você, tenho falhado em algum?
O que você gostaria e acha importante que fizéssemos juntos e que não fazemos?
Você acha que meu amor por você muda conforme o seu comportamento?
Você se aborrece, se irrita ou se envergonha de algo que eu faça?
Como você imagina que me sinto sendo sua mãe?
Como posso expressar melhor o meu amor por você?

Minha amada, se você não tem hábito de conversar com seu filho(a), não estranhe que, ao se dedicar mais ao diálogo, a resposta seja monossilábica; continue insistindo. Faça uma pergunta de cada vez, com dias de intervalo, pois cada pergunta abrirá oportunidade de várias e boas conversas. E que seja conversa, não investigação e nem discussão. Esteja aberta para ouvir o que vai no coração e na mente dos seus queridos, com frequência, podemos nos assustar com certos pensamentos ou sentimentos, porém, não se envergonhe de, por vezes, não ter resposta ou pedir um tempo para pensar. É muito bom deixar os pensamentos e sentimentos amadurecerem, inclusive encontrando até alguma citação bíblica que possa validar sua fala. Avalie e dê crédito ao que seu filho(a) possa trazer para suas conversas. Não se ressinta com respostas inesperadas, mas seja sincera em perceber que, muitas vezes, somos nós quem precisamos mudar, melhorar e entender que pode depender, principalmente, de nós mesmas ter uma atuação adequada para um bom relacionamento familiar.

Conhecendo melhor um ao outro, temos a oportunidades de nos aproximar e criar vínculos de amizade, companheirismo e confiança que se somam aos preciosos laços de cuidado e amor já existentes.

Ali, na presença do Senhor, o seu Deus, vocês e suas famílias comerão e se alegrarão com tudo o que tiverem feito, pois o Senhor, o seu Deus, os terá abençoado.” Dt 12.7

 Lídia Dantas Costa

 *A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Feliz Natal!

Escrito por Lídia Dantas Costa
Feliz Natal!

Então chegou o mês de Dezembro. Um mês especial, no qual, desde seus primeiros dias, começ...

Fortalecendo os laços com os filhos

Escrito por Lídia Dantas Costa
Fortalecendo os laços com os filhos

Quanto é importante, na atualidade, manter uma boa comunicação com nossos filhos, minha am...

Compartilhando a Fé em Cristo

Escrito por Lídia Dantas Costa
Compartilhando a Fé em Cristo

Quando meditamos sobre fé nos lembramos de personagens bíblicos que exerceram a fé, extrao...

Mulher Temente

Escrito por Lídia Dantas Costa
Mulher Temente

Pv 31:30 – “Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa si...

Alto Refúgio!

Escrito por Lídia Dantas Costa
Alto Refúgio!

“Eu te amo, ó Senhor, força minha. O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu lib...

O Senhor é Maravilhoso!

Escrito por Lídia Dantas Costa
O Senhor é Maravilhoso!

No decorrer da vida cristã quantas experiências você tem vivido com Deus, irmã amada? Expe...

E a família, como vai?

Escrito por Lídia Dantas Costa
E a família, como vai?

Quanto você tem percebido, amada irmã, que os conceitos sobre família têm sofrido mudanças...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2018 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.