Judite Maria da Silva Alves

Professora e terapeuta familiar; casada com o Pr.Ailton José Alves (presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco); mãe de três filhos (casados), e avó de quatro netos. Apresenta diariamente, há mais de dez anos, o programa “A mulher e seus desafios” pela Rede Brasil de Comunicação. Lidera o trabalho de Círculo de Oração em todo o estado de Pernambuco e coordena as atividades sociais da IEADPE, que mantém oito Centros de Desenvolvimento Integral Vida em várias comunidades carentes na Região Metropolitana do Recife, onde são atendidas mais de 4 mil crianças.

Esgotamento Espiritual: O que é e como evitá-lo

Quando falamos a palavra esgotamento, em seguida, vem à nossa mente a imagem de alguém que, em consequência de excesso de trabalho ou determinada tarefa, sente-se sem forças, sem motivação e sem muita esperança em si, nas pessoas e no futuro.

Alguns se esgotam fisicamente, outros mentalmente; é aquele momento de exaustão, de esvaziamento, quando os comentários a respeito de quem se encontra nesse estado são: “Ele(a) chegou ao limite”, “não aguenta mais”. Obviamente, ter o corpo e a mente sobrecarregados traz suas consequências.

Imagine comigo: como será um esgotamento espiritual? Será que existe? Alguém pode indagar: “Mas, se a Bíblia diz que o espírito está pronto e carne é fraca (Mt 26.41), como pode haver esgotamento, fadiga espiritual? ”É exatamente nisto que queremos refletir: às vezes, a exaustão física e mental pode levar ao esgotamento espiritual.

Como ocorre o esgotamento espiritual? Muitas vezes acontece quando, descomedidamente, a pessoa se entrega ao serviço de Deus, com esforço incomum, não se importando com os que estão em seu entorno e que poderiam bem ajudá-lo. Em geral, a pessoa acredita que o tempo que tem não pode ser desperdiçado, e que só ele ou ela é quem pode dar conta de tudo; e assim, continua por anos a fio, e até se esquece de cuidar de sua primeira igreja (marido, mulher, filhos, sua família).

Há um exemplo clássico de exaustão por causa de trabalho, e muito trabalho: Moisés. Pelo fato de querer obedecer ao chamado de Deus, quis fazer tudo sozinho, deixou a mulher e os filhos na casa de Jetro, seu sogro. Este, como um líder experiente, levou sua filha e netos de volta a Moisés, e em seguida, deu-lhe instruções sábias quanto ao trato com os seus liderados, que bem poderíamos classificar como dicas de uso da inteligência multifocal.

Jetro aconselhou Moisés a observar alguns pressupostos, tais como: trabalho em equipe, distribuição de tarefas, bom relacionamento interpessoal, como também a administração de conflitos. Ele deixou bem claro que se Moisés observasse esses princípios, evitaria um esgotamento físico/mental e consequentemente espiritual (Ex 18.13-19). Que Deus levante muitos "Jetros”, com visão de águia, que possam nos advertir antes que nos sobrevenha o esgotamento!

O esgotamento espiritual, diziam Freudenberger&Richelson1  "...vem de alguém que está num estado de fadiga ou frustração em consequência de sua devoção a uma causa, seu estilo de vida, seus relacionamentos, coisas que não trouxeram a recompensa esperada". Nunca devemos fazer algo para Deus visando atingir o topo, e sim sermos fiéis até a morte para recebermos o que Deus preparou para nós por meio de Jesus. Quem trabalha sem pretensões sofre menos, não tem medo do outro, e segue humilde em qualquer situação, como disse Paulo (Fl 4.12-13). Que lindo o exemplo do apóstolo dos gentios!

Também no livro dos Salmos, encontramos o relato de um esgotamento enfrentado por um servo de Deus chamado Asafe (Sl 73). Vemos, a princípio, um homem frustrado, decepcionado, desconfiado de Deus e do Seu poder: Asafe. Ele mesmo relata que se esgotou espiritualmente. Smith2 o menciona como um exemplo típico de esgotamento espiritual. Asafe começa dizendo que seus pés iam vacilando porque ele estava invejando os ímpios (Sl 73.2-12). Quando começou a fazer comparações, veio a frustração, e ele chegou a exclamar: “Na verdade que em vão, foi inútil manter o meu coração limpo” (v.11). Que tamanha decepção!

Enfim, ele reconhece seu esgotamento: “Quando tentei compreender isto, fiquei sobremodo perturbado” (v.16). No entanto, aqueles sentimentos de desânimo e profunda frustração só perduram até o momento em que o servo de Deus resolveu recorrer à presença de Deus: “... até que entrei no santuário de Deus; então, entendi eu o fim deles” (Sl 73.17). Assim como para Moisés a solução para evitar o esgotamento espiritual foi seguir os conselhos de seu sogro, Jetro, para Asafe, o remédio foi voltar os olhos para o Senhor! 

A palavra “até” traz a ideia de delimitação de tempo e de espaço: a partir do instante em que entrou no santuário de Deus, Asafe passou a entender que, quando nos esgotamos espiritualmente, precisamos mudar o foco: em vez de olharmos para as circunstâncias que nos cercam, devemos firmemente olhar para Jesus!

O escritor aos Hebreus deixou-nos bem clara esta recomendação: “Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados por uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta, olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” (Hb 12.1,2). Mantenha-se focado em Jesus, e assim você vencerá os embaraços desta vida, suportará sua cruz e evitará cair no poço do desânimo e do esgotamento espiritual.

Há algumas dicas que podemos enumerar aqui, inspiradas na verdade revelada na Palavra de Deus, que podem nos ajudar a evitar o esgotamento espiritual em nossa trajetória de fé. Vamos segui-las?
1) Viva uma vida com propósitos;
2) Procure fazer tudo para agradar a Deus;
3) Contente-se com o que é e com o que tem. A bênção está na mão de Deus e virá ao seu encontro quando Ele determinar;
4) Nunca se sinta injustiçado ao não ser reconhecida por algo que você faz para o Reino de Deus;
5) Faça todas as coisas sem murmurações nem contendas;
6) Pratique cada dia ser uma pessoa agradecida;
7) Por fim, confie que, nas horas de estresse, Deus chega para nos acolher, para nos entender e para nos guardar. Viva em Deus, por Deus e para Deus, e jamais você se esgotará espiritualmente.

Que o Senhor nos ajude a por em prática o que nos recomenda Sua santa palavra, e que possamos dia a dia nos fortalecer na fé, na esperança e no amor ao Senhor!
 Judite Alves

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).


1 Freudenberger, Herbert &Richelson, Geraldine. Queima Espiritual: o alto custo das grandes realizações. Nova York: Doubleday, 1981. 
2 Smith, Malcolm. Esgotamento Espiritual. São Paulo: Editora Vida, 1993.

Esgotamento Espiritual: O que é e c...

Escrito por Judite Alves
Esgotamento Espiritual: O que é e como evitá-lo

Quando falamos a palavra esgotamento, em seguida, vem à nossa mente a imagem de alguém que...

Não duvide das promessas

Escrito por Judite Alves
Não duvide das promessas

“E não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando gló...

A ira

Escrito por Judite Alves
A ira

A ira é um sentimento extremamente comum, mas muito abafado, principalmente entre as mulh...

É na Família que se aprende a Amar

Escrito por Judite Alves
É na Família que se aprende a Amar

“Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo...

Guarde o seu Coração

Escrito por Judite Alves
Guarde o seu Coração

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da...

Você confia em Deus?

Escrito por Judite Alves
Você confia em Deus?

Muitas mulheres sentem desejo de se aproximar cada dia mais de seu Deus, e para que esse d...

Como Ser Mulher Feminina

Escrito por Judite Alves
Como Ser Mulher Feminina

Nesses últimos dias, andei um pouco inquieta com a declaração de algumas mulheres que acha...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2018 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.