Judite Maria da Silva Alves

Professora e terapeuta familiar; casada com o Pr.Ailton José Alves (presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco); mãe de três filhos (casados), e avó de quatro netos. Apresenta diariamente, há mais de dez anos, o programa “A mulher e seus desafios” pela Rede Brasil de Comunicação. Lidera o trabalho de Círculo de Oração em todo o estado de Pernambuco e coordena as atividades sociais da IEADPE, que mantém oito Centros de Desenvolvimento Integral Vida em várias comunidades carentes na Região Metropolitana do Recife, onde são atendidas mais de 4 mil crianças.

A AutoAvaliação - O Desafio dos Nossos Dias

Refletir sobre a autoavaliação, ou seja, pensar em como, e no que ocupamos a nossa mente e nas transformações evidenciadas nas ações que tomamos, nunca é algo que gostamos de fazer. É muito mais fácil avaliarmos os outros através de nossos filtros e não a nós mesmos. 

A autoavaliação é um processo pelo qual o indivíduo, além de avaliar uma produção, uma ação, ou uma conduta da qual ele mesmo é o autor, também avalia suas capacidades, seus gostos, seu desempenho e suas habilidades. 

A autoavaliação é uma via de mão dupla: você é aluno e professor de si mesmo. Percebe como é complexa? Davi é um exemplo para nós de alguém que sempre estava se autoavaliando (Salmo 42, 139). Quando entramos neste processo de nos julgarmos a nós mesmos, como Paulo fala aos Coríntios (1 Co 11.27), progredimos, pois essa prática nos proporciona um melhor conhecimento de nós mesmos. Este autoconhecimento tem o fito de aperfeiçoar nossas ações e, concomitantemente, o nosso desenvolvimento cognitivo. Na autoavaliação você analisa seus erros e acertos, seu comportamento e suas ações.

Davi, depois de se autoavaliar, fazendo uma vasculhada dentro de si mesmo, pede a misericórdia de Deus e diz: “Quem pode entender os próprios erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos” (Sl 19.12). Como Davi, às vezes fazemos um exame na mente, nos autoavaliamos e pensamos conosco mesmos: “Creio que está tudo bem!”… Mas, em seguida, pensamos: “Seráque me esqueci de alguma coisa errada?” 

O verbo expurgar sugere limpar a sujidade de algo, deixar puro. Lembra que, em outra ocasião, o salmista disse: “…purifica-me com hissopo (planta usada nos rituais de purificação) e ficarei limpo; lava-me e ficarei mais alvo do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste.  Esconde a tua face dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades” (Sl 51.7-8).

Temos aqui, sem sombra de dúvidas, um exemplo clássico de autoavaliação. Davi se autojulgou, humilhou-se e recorreu à misericórdia divina.

A soberba, ao contrário, impede esse exame sincero. O apóstolo Paulo disse: “…porque pela graça que me é dada, digo a cada um de vocês: que ninguém tenha de si um conceito mais elevado do que deve ter, mas ao contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé, que Deus lhe concedeu” (Rm 12.3). 

Concluo dizendo que, no processo de autoavaliação, devemos: enxergar nossos erros e acertos, reconhecer com humildade nossos pontos fortes, corrigir nossos pontos frágeis, nossas debilidades e decidir a cada dia viver debaixo da graça e misericórdia de Deus.

O coração contrito e humilhado é aceito por Deus (Sl 51.17). Não tenha receio de fazer frequentemente sua autoavaliação, pois assim você poderá conhecer-se melhor e terá a possibilidade de, ao tomar as atitudes certas diante dos resultados obtidos, chegar mais perto de Deus.

 Judite Alves

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Aprovadas ou reprovadas? Uma avalia...

Escrito por Judite Alves
Aprovadas ou reprovadas? Uma avaliação final do ano de 2018

Gosto de refletir, usar metáforas e alegorias quando sou levada a escrever ou discorrer so...

Quando a Boca Cala, o Corpo Fala

Escrito por Judite Alves
Quando a Boca Cala, o Corpo Fala

Vivemos num mundo em que há momentos que parece que estamos a bordo de um grande avião: a...

A AutoAvaliação - O Desafio dos Nos...

Escrito por Judite Alves
A AutoAvaliação - O Desafio dos Nossos Dias

Refletir sobre a autoavaliação, ou seja, pensar em como, e no que ocupamos a nossa mente e...

Quanto custa um Abraço?

Escrito por Judite Alves
Quanto custa um Abraço?

Um abraço é um gesto de carinho, amor, afeto, amizade; pode significar também motivação, a...

Como remir nosso tempo?

Escrito por Judite Alves
Como remir nosso tempo?

“Remindo o tempo, porquanto os dias são maus” (Efésios 5.16) Devemos ter atenção em como o...

Chega de preocupação

Escrito por Judite Alves
Chega de preocupação

“Respondeu o Senhor: Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas” (Luc...

Não seja sábia aos seus próprios ol...

Escrito por Mulher Cristã
Não seja sábia aos seus próprios olhos

“Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal” (Provérbios 3.7...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2019 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.