Valquíria Salinas

Valquíria Salinas é cristã evangélica, com vasta formação na Psicologia e áreas correlatas. Faz um sólido trabalho de aconselhamento e apoio ao lado de seu marido e pastor. Traz para o público evangélico, de forma clara e simples, temas e abordagens do aspecto psicológico do ser humano e sua relação espiritual com Deus, tudo de forma clara, simples e direta. Seja para adolescentes e jovens, para mulheres, casais ou família, no templo, no acampamento ou em empresas, a Psicóloga Valquíria Salinas fala sem achismos. Tem experiência de 16 anos de atendimento diário em seu consultório de psicologia, atuou em 2 Hospitais Psiquiátricos e foi voluntária no SOS - para recuperação de drogados e alcoólatras – durante 5 anos. Está à frente do Culto Regional de Mulheres, que reúne cerca de 3 mil mulheres mensalmente, na Assembleia de Deus na cidade de Sorocaba-SP.

 

A Inveja

Desgosto pelo bem alheio. Desejo de possuir o que outro tem, geralmente acompanhado de ódio pelo possuidor.” Dicionário Priberam, 2008-2013.

Quando Nasce a Inveja 
A inveja é um dos piores problemas da humanidade, sendo descrita como um dos piores pecados capitais, afinal trata-se de um sentimento extremamente destrutivo, tanto para a sociedade, como para o próprio indivíduo que a possui.

A Inveja é um dos mais primitivos sentimentos. Segundo Melanie Klein, autora e psicanalista conhecida da psicologia, a Inveja se manifesta já no bebê, que inveja a mãe pelo fato dela produzir o próprio alimento e ele não. O bebezinho precisa desenvolver na relação com a sua mãe a capacidade de tolerar eventuais frustrações e necessita perceber que existe diferença entre a figura dele e da mãe, para que dessa forma seja possível o seu desenvolvimento de forma saudável. A inveja não é algo bom, mas se desenvolve desde a tenra idade.

Como é e como se sente a pessoa invejosa?
A pessoa invejosa possui uma característica predominante, que é a necessidade de sempre criticar, procurando assim desfazer das pessoas ou das coisas que a cercam. 
A Inveja tende a aparecer de forma discreta e atenuada, através de pequenos comentários ou apontamentos perante a vida alheia. Um exemplo comum disso no meio cristão é:
- “A irmã que cuida do louvor é uma benção, ensina bem, dedicada, mas gosta de se aparecer muito! Não precisa isso!”
A inveja está diretamente ligada à baixa da autoestima. A pessoa somente acredita que será alguém no mundo que a cerca se puder destruir a outra para ser o que a outra é!

Tipos de Inveja
Segundo Chaucer existem dois tipos de Inveja:

1. Inveja em que a maior prejudicada é a pessoa que a possui. Nesse caso a inveja que pode ser analisada e controlada, gerando a possibilidade de que a pessoa que está sentindo se autoavalie,veja e reveja suas falhas. O indivíduo poderá gerar uma positiva ambição e buscar o que deseja ou falta conquistar. Exemplo: Uma mulher observa a outra que canta bem e a partir disso, busca entrar em aulas de canto para evoluir, não prejudicando diretamente a amiga cantora. Observe que seria melhor essa motivação pela aula de canto surgir da admiração ou do talento natural, da busca individual pela melhoria, e não por querer ser mais ou melhor para provar alguma coisa a si mesma ou a outrem. O desfecho que esse tipo de invejoso tem é, ao chegar lá na frente, poder demonstrar o dizer: Eu consegui e sou melhor que você!

2. O outro tipo de Inveja, e mais destrutiva, chamamos de Inveja Patológica. Vemos na Bíblia o caso em que Caim mata Abel, ou o caso dos irmãos de José tentando matá-lo, e jogam-no em um poço. Infelizmente existe em toda a parte pessoas acometidas de inveja patológica, e chegam a acreditar que Deus privilegia somente os outros. Se ‘vitimam’ o tempo todo por conta da inveja que sentem.

A Inveja é um Câncer
A pessoa Invejosa se sente incapaz e tende a querer destruir a outra, pois não suporta não ser melhor, não suporta não estar em destaque, não suporta ver o outro! Esse sentimento é impulsionado, quase sempre, por aquilo que a pessoa não possui, e podem ser bens de consumo, pessoas, características de personalidade do outro e até mesmo o sentimento alheio. Cada pessoa invejosa possui uma variação dessas condições, existindo casos em que o indivíduo deseja a casa do outro, o carro, o estilo de vida, clona-se na personalidade do outro e alguns indivíduos chegam a desejar os filhos do outro e até o marido/esposa do outro, ou seja, a pessoa nesse nível de inveja patológica passa a desejar a vida completa da outra pessoa. Ela quer ser o outro e para isso tenta destruir o invejado, seja psiquicamente, moralmente, financeiramente etc.

Há pessoas que chegam a se aproximar da vítima, pegar “amizade”, usam de hipocrisia para descobrir mais informações e traçar qual caminho ardiloso seguirão para destruir o outro. Um nível de inveja cancerígeno. 

Lidando com o Invejoso
Quando você perceber que tem uma pessoa invejosa próxima a você, não conte seus sonhos, planos e conquistas, evite falar detalhes de sua vida, além disso não tente  agradar com elogios e presentes, pois essas atitudes só alimentarão a inveja contra você.
Caso você conheça alguém com esse perfil, fique atento, preze pela discrição e imponha um leve distanciamento do convívio, para que dessa forma a inveja do outro não seja potencializada. Porém, não se anule ou mude radicalmente sua vida pela inveja do outro. Seja você mesma e ore por ele. 
A inveja faz muito mal às pessoas, comprometendo a saúde física, psicológica e espiritual do invejoso. 

Quando Presentes viram Ofensa 
Para exemplificar o quão assustador e destrutivo pode ser esse sentimento, vejo em meus atendimentos pessoas que ao receberem um presente, sentem inveja mortal da pessoa que lhe presenteou. Sendo assim, o presente não surge como um laço de paz e amizade, como algo bom; antes, o presente (geralmente na inocência de quem o dá) é um ‘tapa na cara’, uma ofensa para o invejoso que o recebe. Por isso, ao identificar um invejoso, não tente agradá-lo, ser simpática, conquistar com carinho, convites e presentes. Dificilmente isso irá resolver e, ao contrário, intensificará o ódio que a pessoa sente.

Reconhecer que é Invejosa
Reconhecer a inveja em si é, para a maioria das pessoas, muito difícil. Observo em meu consultório que muitas pacientes tentam negar tal sentimento, isso porque sentem vergonha de se verem invejosas, todavia, a primeira forma para começar o tratamento é reconhecer a sua existência. Reconhecer o erro é a raiz de toda a cura!

Alegre-se com a Bênção do Outro
A palavra de Deus diz: “Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram;” Romanos 12.15

Só é capaz de ficar feliz com as conquistas de seus familiares e amigos quem inicialmente é uma pessoa feliz e resolvida consigo mesma. 
Hoje é comum, inclusive no ambiente da igreja, mulheres que se incomodam com as bênçãos na vida do outro, muitas se tratam aparentemente bem, abraçando e chamando até de “querida, linda, amada etc”, porém estão tomadas pela inveja. Essas mulheres invejosas refletem uma infelicidade interna e consigo mesmas, podendo ser potencializadas através das redes sociais, local em que a pessoa invejosa está sempre “de olho”, observando outros indivíduos que aparentam enorme felicidade ao exporem viagens em família e muitas outras conquistas. Alguns invejosos não se contém e fazem comentários irônicos, maldosos e desnecessários.

Deus cura todo e qualquer mal
Deus conhece o coração de cada uma de nós, sabe quando sentimos inveja ou não e sabe o que fazemos com os nossos sentimentos. Não finja o que você sente, aceite sua situação, peça a Deus ajuda e vença esse sentimento ruim para se tornar uma pessoa muito mais feliz.
Se você é uma pessoa que se identificou como invejosa e percebe que está sofrendo desse mal, seja uma mulher sincera consigo mesma e com Deus, busque entender a Palavra de Deus e não deixe de orar, identifique dentro de você o porquê dessa inveja. Observe que você tem valor para Deus e para muitas pessoas. Como Jacó, tenha um encontro real com Deus e consigo mesma. Você não precisa ser o outro, ter exatamente algo só porque o outro tem. Você pode ser feliz com as características próprias tuas, com as bênçãos que Deus te concedeu. Você pode ser um dos onze irmãos de José e fazer a coisa certa. Você pode não ser o José e nem por isso precisa ter inveja dele ou querer vê-lo no poço. Você pode se livrar desse mal que faz mal ao outro e a você mesma.
Comece com: reconhecer e querer mudar. Deus mudará você e certamente você será mais saudável e feliz! 

Beijo minha irmã em Cristo. A Paz do Senhor e até a próxima!
"Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença." Êxodo 20.15
Pois a dor destrói o louco, e a inveja mata o tolo.” Jó 5.2
Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.” Gálatas 5.26

valquiria

Valquíria Salinas 


*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

Crianças na Cama dos Pais. Pode iss...

Escrito por Valquíria Salinas
Crianças na Cama dos Pais. Pode isso?

Provérbios 3.12 “Porque o Senhor repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a...

Sabotando-se a si Mesma – Entenda e...

Escrito por Valquíria Salinas
Sabotando-se a si Mesma – Entenda esse Mecanismo

A auto sabotagem é o boicote inconsciente com você mesma, de suas próprias ações e resulta...

Gratidão e a História de Elizabeth

Escrito por Valquíria Salinas
Gratidão e a História de Elizabeth

Há uma tendência no ser humano, principalmente hoje em dia, em realçar as coisas negativas...

Tudo Novo de Novo - 2019

Escrito por CPAD Web
Tudo Novo de Novo - 2019

É no período entre o final e o início de um novo ano que a maioria das pessoas faz um bala...

O Casal Cristão e a Experiência do...

Escrito por Valquíria Salinas
O Casal Cristão e a Experiência do Ninho Vazio

Fator Desencadeante Os filhos nascem e os pais ficam felizes e orgulhosos. Então vem...

O Poder do Perdão – Parte B

Escrito por Valquíria Salinas
O Poder do Perdão – Parte B

Vamos concluir nosso assunto sobre perdão, com mais alguns passos  importantes para t...

O Poder do Perdão – Parte A

Escrito por Valquíria Salinas
O Poder do Perdão – Parte A

Assim como eu, você também já ouviu muito sobre Perdão. Quero compartilhar com você, nessa...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2019 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.