Elaine Cruz

Elaine Cruz é psicóloga clínica e escolar, com especialização em Terapia Familiar, Dificuldades de Aprendizagem e Psicomotricidade. É mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense, professora universitária e possui vários trabalhos publicados e apresentados em congressos no Brasil e no exterior. Atua como terapeuta há mais de trinta anos e é conferencista internacional. É mestre em Teologia pelo Bethel Bible College (EUA) e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Como escritora recebeu o 'Prêmio ABEC de Melhor Autora Nacional' e é autora dos livros “Sócios, Amigos e Amados”, “Amor e Disciplina para criar filhos felizes” e o mais recente, "Equilíbrio Emocional", todos títulos da CPAD.

Gentilezas

A gentileza está cada vez mais rara. O tom de voz macio e sereno tem desaparecido de muitos lares, e o estresse vem substituindo a calmaria e a tranqüilidade da vida cotidiana.

Lembro dos meus filhos quando pequenos, com cerca de três a quatro meses, quando desejavam imitar um carinho e, sem o domínio da força  e do equilíbrio muscular, acabam dando um tapa no rosto.

Nestas ocasiões eu pegava suas mãos e, como toda mãe faz, ensinava a eles como fazer um carinho, passando as mãozinhas deles pela minha face com delicadeza e gentileza. Com o passar dos meses e com a aquisição do controle da força, eles aprenderam a serem gentis em seus atos de carinho e afeto.

Na vida também precisamos reforçar a nós mesmos, continuadamente, a mantermos a gentileza em nossos relacionamentos. A Bíblia nos adverte seriamente a este respeito: em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam. (Mateus 7.12); Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e compaixão, completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só atitude. Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos.  Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. (Filipenses 2.1-4)

Nós sempre esperamos gentileza das pessoas com quem convivemos: uma saudação de "bom dia", um sorriso, ouvir "obrigada”, e o cavalheirismo de um homem a nos abrir a porta do elevador ou nos deixar sair primeiro de um recinto enquanto ele nos segura a porta. Mas nem sempre estamos decididos a fazer o mesmo por outras pessoas, sejam mais velhas ou mais novas, que também esperam gentilezas das nossas atitudes.

Você cumprimenta as pessoas por quem passa na rua? Beija e abraça com carinho seus familiares e irmãos da igreja? Pede com delicadeza o sal ou a manteiga quando está à mesa com sua família? Agradece com simpatia ao frentista do posto de gasolina que lhe serviu? Fala com seus empregados com consideração? Ouve seus filhos com atenção e seriedade? Ajuda uma pessoa mais velha a atravessar a rua? Cede seu lugar a uma mulher gestante ou mais velha? Pondera as palavras, adoçando-as antes de falar, mesmo quando vai dar uma reprimenda?

A gentileza, ou amabilidade, quebra a cerviz alheia, derruba barreiras de defesa de pessoas frias, aquece o coração de uma pessoa fria e indiferente. Em casa, promove afeto, destruindo o ânimo para discussões e brigas, acariciando corações feridos, colocando bálsamo em feridas abertas.

Decida pela gentileza. Faça o seu melhor pelo outro,  mesmo ciente de que não receberá sua gentileza de volta.  Continue oferecendo seu sorriso, seu bom humor e sua generosidade. Afinal, sempre  recebemos de Deus o melhor Dele, mesmo não merecendo. Ele permanece leal quando somos infiéis, e mantém sua generosidade quando erramos e falhamos em nossas atitudes.

elaineElaine Cruz 

*A CPAD não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos emitidos nos textos publicados nesta seção, por serem de inteira responsabilidade de sua(s) autora(s).

O que os outros vão pensar?

Escrito por Elaine Cruz
O que os outros vão pensar?     

Somos pensados pelo outro desde antes do nascimento. São os outros que nos dão nome e sobr...

Dons ou Frutos?

Escrito por Elaine Cruz
Dons ou Frutos?     

No meu livro Equilíbrio Emocional, lançado pela CPAD, eu discuto o fato de que temos prior...

Escolha a Alegria!

Escrito por Elaine Cruz
Escolha a Alegria!  

A alegria é considerada uma emoção positiva. Sorrir é um ato com um significado universal,...

Livrando-se da Ansiedade

Escrito por Elaine Cruz
Livrando-se da Ansiedade

A ansiedade é chamada o mal do século vinte e um. Ela está ligada aos nossos dilemas frent...

Acertando o tom da voz

Escrito por Elaine Cruz
Acertando o tom da voz

Espaços de trabalho podem ser estressantes. Atender pessoas ao telefone muitas vezes exige...

A Importância do Toque

Escrito por Elaine Cruz
A Importância do Toque     

Muitas pesquisas, realizadas desde o período da segunda grande guerra mundial, quando muit...

Namorar

Escrito por Elaine Cruz
Namorar       

Na infância, especialmente entre as meninas, é comum que se imagine como será namorar, qua...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2019 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.