Não se omite ao ministério que Deus te confiou

“Vou desistir do meu chamado!”
“Não adianta tentar mais, acho que isso não é para mim.”
“Existem outras pessoas mais capacitadas do que eu.”

Você já citou uma dessas frases em um algum momento do seu ministério? Se sim, temos uma coisa para te confessar: a grande maioria dos líderes também pensaram em desistir, em um período de dificuldade na caminhada.

E o que aconteceu? Uns não desistiram e perseveraram. Outros, não conseguiram e pararam no meio do caminho, infelizmente. Se você faz parte do time que continuaram, esse artigo é para você! Mas se desistiu, temos uma notícia para te dar, leia também esse artigo até o final, você precisa dessa palavra.

Quando você assume uma liderança, você está guiando um povo ao caminho da salvação. Podendo ser líder de senhoras, de jovens, de adolescentes, de crianças, de casais, ou de outro departamento dentro da igreja, os desafios sempre virão. E quais desafios são esses? Ás vezes é a murmuração dos integrantes, a falta de fé de alguns, o desânimo de outros e assim vão vindo os problemas dentro de uma liderança. 

Se somos líderes cuidamos de pessoas que são comuns a nós, imperfeitas. E é por isso que vêm os problemas. É nessa hora que a liderança precisa ter certeza do chamado que Deus fez e entregar para Ele todas as dificuldades para poder dar a resposta certa e o conselho adequado sempre que pedirem. Porém, ao contrário, muitos começam a falar: “Melhor eu desistir! Isso não é pra mim.” 

Quero compartilhar com vocês uma parábola bíblica que muito tem a ver com essa situação. Certa vez, as árvores se reuniram para ungir um rei sobre elas. Falaram para a oliveira: “Reina tu sobre nós”. Mas a oliveira logo respondeu que não podia porque ela já era valorizada por dar o seu fruto aos homens (o azeite é o seu principal produto). 

Então, fizeram o mesmo convite para a figueira: “Vem tu, e reina sobre nós”. A figueira disse que ela dava um fruto doce (figo) e não gostaria de liderar outras árvores. 

Daí, fizeram a pergunta para a videira: “Vem tu, e reina sobre nós”. Ela também respondeu que não podia pois, entregava a todos o fruto (uvas). 

Até que todas as árvores disseram ao espinheiro: “Vem tu, e reina sobre nós”. O espinheiro logo teve uma resposta diferente. Ele disse que aceitaria ser rei, mas todos deveriam confiar na sombra dele e, caso contrário, sairia fogo do espinheiro para os consumir. Ou seja, precisava apoiá-lo em tudo. Mas como você já sabe, ele só produzia espinhos, nada mais. 

Essa parábola está escrita em Juízes 9.8-15 e foi declarada por Jotão. Sabe o que aconteceu naquela época? Um espinheiro chamado Abimeleque (meio irmão de Jotão) aceitou o convite e reinou sobre seus irmãos. E como era espinheiro mandou matar todos os filhos de seu pai, mas Jotão conseguiu fugir. Se você puder, medite mais nessa passagem.

Agora, pare e pense um pouco: Será que estamos assumindo nossa liderança com ousadia e fé? Será que estamos cumprindo o nosso chamado? Ou estamos dizendo não, afinal, produzimos tantas coisas boas, que deixa para o “espinheiro” liderar? E quem disse que Deus chama quem não está ocupado? Todos os discípulos de Jesus, antes de segui-lo, estavam trabalhando. 

Se Deus te chamou, se Ele te confiou um chamado, não pare. Mas estou enfrentando dificuldades, ore e peça ajuda em oração, mas não olhes para trás. Exerça com amor o chamado que Deus te deu. Saiba que você não é espinheiro, você produz fruto e muitos precisam de você!

Pode ser uma oliveira, uma figueira ou até uma videira. Você já produz tantos frutos bons, abençoa tantas pessoas e ainda está em dúvidas do seu chamado? 

Se Ele te convidou para esse lindo ministério, dê o seu melhor, mas nunca deixe o espinheiro assumir algo que ele não tem condições e acabar com a fé de muitos. Espinhos machucam, causam dor e até matam. Não deixe isso acontecer. 

Avance, nunca pare e junte-se a outros líderes de sua igreja e até de igrejas co-irmãs. Compartilhe as lutas, os desafios, as dificuldades e creio que logo você compartilhará as vitórias que virão. Não se omite àquilo que Deus te confiou. Que Deus abençoe!

Por Luciene Saviolli

Não se omite ao ministério que Deus...

Escrito por Mulher Cristã
Não se omite ao ministério que Deus te confiou

“Vou desistir do meu chamado!”“Não adianta tentar mais, acho que isso não é para mim.”“Exi...

Conheça mais a colunista… Elaine Cr...

Escrito por Mulher Cristã
Conheça mais a colunista… Elaine Cruz

Semanalmente, ela traz reflexões que falam profundamente aos nossos corações. São assuntos...

Professora Helena Figueiredo recebe...

Escrito por CPAD Web
Professora Helena Figueiredo recebeu homenagem no 10º Congresso Nacional de Escola Dominical

Por quase cinco décadas, a professora Helena Figueiredo atuou como preletora em eventos de...

Ministério Infantil – Cuidando do r...

Escrito por Mulher Cristã
Ministério Infantil – Cuidando do rebanho precioso

Trabalhar com crianças é sempre um grande aprendizado.  Quando começamos a liderar ou...

Ministério Infantil – Como descobri...

Escrito por Mulher Cristã
Ministério Infantil – Como descobrir se eu tenho esse chamado? 

“Ensina o menino no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer, não se desviará de...

Programação especial para mulheres...

Escrito por Mulher Cristã
Programação especial para mulheres e jovens durante a 45ª AGO

Na manhã de quinta-feira (21), as irmãs da UNEMAD e os Jovens tiveram uma programação simu...

Damares Alves participa do primeiro...

Escrito por Mulher Cristã
Damares Alves participa do primeiro culto da UNEMAD na 45ª AGO em Cuiabá

Mais de 700 mulheres de diversos estados do Brasil se reuniram na manhã desta quarta-feira...

 

 

SOBRE


Com o objetivo de ajudar as mulheres cristãs da atualidade, a CPAD prepara um presente especial para elas: o site de conteúdos Mulher Cristã. O novo espaço feminino vem repleto de conteúdos inéditos, sempre com temas voltados para as mulheres cristãs de nossos dias.

©2024 CPAD: Av Brasil 34.401 - Bangu - Rio de Janeiro - CEP: 21852-002 - Brasil - CNPJ 33.608.332/0001-02. Designed by CPAD.